quarta-feira, 19 de abril de 2017

O Início da Guerra

A família está tomando a refeição quando o miúdo pergunta:
- Papá: como é que começa a guerra?
- Olha: supõe que a Espanha, por exemplo, apreendia um barco dos nossos...
- Ó homem! Não ensines uma coisa dessas à criança. A Espanha nunca nos fazia isso. De mais a mais, estamos em ótimas relações.
- Mas isto é só uma suposição...
- Mas é uma suposição parva. Não tem jeito nenhum.
- Ó mulher, cala-te. Isto é só como exemplo...
- Cala-te tu, que tu é que estás dizendo as asneiras.
- Fazes-me perder a paciência, diabo!
- O quê? Estás a ameaçar? Julgas que me metes medo?
- Ó mulher... eu...
- Pronto, papá! Pronto! Já sei como é que começa a guerra.

3 comentários:

  1. Ahahahahahahahahahahaha...
    Minha querida amiga, é como coceira, basta começar... e quase sempre por nada, ou quase nada... kkkkkkkkkkkkkkkk... o miúdo aprendeu rapidinho... kkkkkkkkkkk...
    Valeu querida amiga, um aprendizado em família... rsrsrsrs...
    Beijinhos com carinho!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkk
      "É como o comer e o coçar... basta começar" diz-se por cá.
      Até que esta piada está bem realista, estou fartinha de ver cenas como esta, mas não na minha família, graças a Deus.
      kkkkk o puto é reguila, aprende rápido.
      Bjinhos no coração

      Eliminar
    2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...
      Sim, querida amiga, esta é bem realista, acontece com muita frequência, mas aqui também não, graças a Deus!!!
      Mas é isso, basta começar... kkkkkkkkkkkkk...
      Ahahahaha... um puto esperto... kkkkkkkkkk...
      Valeu querida amiga!!!
      Beijinhos no coração!!!

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...