domingo, 30 de novembro de 2014

Zeca Afonso - Menino do Bairro Negro

7 comentários:

  1. Belíssima escolha, minha querida amiga, uma linda canção, uma belíssima letra e maravilhosa interpretação de Zeca Afonso.
    Valeu minha querida amiga, adorei este belo momento!!!
    Beijinhos com carinho!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta é muitíssimo antiga mas é lindíssima.
      O Zeca já morreu quase há 30 anos. Ele foi do tempo da Ditadura e era um cantor de intervenção. As canções eram de crítica ao regime, aos corruptos, à falta de liberdade, etc e também abordavam temas sociais,, como esta. As letras tinham conteúdo, do tipo das do vosso Gabriel, o Pensador, mas a crítica era mais disfarçada porque era perigoso falar. Quando se deu a revolução do 25 de Abril, a canção dele "Grândola vila morena" foi quase o hino da revolução. Dizem que era cantada nos comícios e ainda hoje se canta sempre que se celebra o 25 de Abril.
      Bjinhos no coração

      Eliminar
    2. Sim, minha querida amiga, muitíssimo bela, não conhecia, mas gostei muito.
      No tempo de nossa ditadura (1964), os militares prendiam estes compositores e os cantores, alguns tiveram que fugir para o exterior. Hoje temos o Gabriel, mas os tempos são outros.
      Hoje choveu muito por aqui, com algumas pancadas bem fortes, que bom.
      Valeu minha querida amiga!!!
      Beijinhos no coração!!!

      Eliminar
    3. Aqui, no tempo da ditadura que durou 40 anos e terminou em 25/4/1974, também prendiam estas pessoas, censuravam os livros, etc. Muitos fugiram e só voltaram depois da Revolução. Havia uma polícia política chamada PIDE que aparecia de noite na casa das pessoas que eram suspeitas sei lá do quê e eram levadas, encarceradas, torturadas na prisão, perseguidos os familiares, enfim, um horror. Dizem que as pessoas viviam com medo das paredes. Muitas das grandes figuras que ainda aqui andam e alguns já falecidos, foram presos políticos e tiveram de fugir: Mário Soares,o falecido Álvaro Cunhal e muitos outros e mulheres também.
      Abençoada chuva!
      Bjinhos no coração

      Eliminar
    4. Minha querida amiga, tal e qual aconteceu aqui, tudo passava pelo crivo da censura... alguns opositores ao regime sumiram, foram mortos e muitos foram torturados.. nosso tempo de ditadura foi menor, metade do de Portugal, foi de 1964 a 1985, que horror este tempo.
      Valeu minha querida amiga!!!
      Beijinhos no coração!!!

      Eliminar
    5. Aí devem ter aprendido com os nossos. A censura era rígida, muita coisa ninguém percebia por que era censurada, escritores, jornalistas, artistas, viviam amordaçados. Havia um rol de livros proibidos, acho que se chamava Index. Era proibido possuir essses livros, comprá-los e lê-los. Alguns mandavam vir clandestinamente caixotes de livros da Europa para se informarem mas era um grande risco. E também muitos desapareceram, entraram nos calabouços da PIDE e ninguém mais soube deles.
      Enfim, páginas negras da História, mas olhe que há por cá muita gente que diz ter saudades do tempo do Salazar, o ditador. Era uma miséria e tudo o mais e essas pessoas têm saudades, imagine!
      Bjinhos no coração

      Eliminar
    6. Minha querida amiga, aqui também foi muito rígida, muitos sumiram e até hoje não se sabe o que aconteceu, mas se imagina... certamente, foram momentos negros para nossas histórias. Aqui também temos os defensores deste tempo de ditadura militar, são muitos os que pedem o retorno do regime militar, não dá para entender.
      Valeu minha querida amiga!!!
      Beijinhos no coração!!!

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...