quarta-feira, 27 de julho de 2016

Assim Fala Um Profissional de Direito

Um professor perguntou a um dos seus alunos do curso de Direito:
- Se você quiser dar a Tício uma laranja, o que deverá dizer?
O estudante respondeu:
- Aqui está, Tício, uma laranja para você.
O professor gritou, furioso:
- Não! Não! Pense como um Profissional do Direito!
O estudante respondeu:
- Ok, então eu diria o seguinte:

- Eu, por meio desta, dou e concedo a você, Tício de tal, CPF e RG, e somente a você, a propriedade plena e exclusiva, inclusive benefícios futuros, direitos, reivindicações e outras indicações, títulos, obrigações e vantagens no que concerne agrave, esta fruta denominada laranja em questão, juntamente com sua casca, sumo, polpa e sementes, transferindo-lhe todos os direitos e vantagens necessários para espremer, morder, cortar, congelar, triturar, descascar com a mão ou com a utilização de quaisquer objectos e, de outra forma, comer, tomar ou, de qualquer forma, ingerir a referida laranja, ou comê-la com ou sem casca, sumo, polpa ou sementes, e qualquer decisão contrária, passada ou futura, em qualquer petição, ou petições, ou em instrumentos de qualquer natureza ou tipo, fica assim sem nenhum efeito no mundo cítrico e jurídico, valendo este ato entre as partes, seus herdeiros e sucessores, em carácter irrevogável e irretratável, declarando Tício que o aceita em todos os seus termos e conhece perfeitamente o sabor da laranja, não se aplicando ao caso o disposto no Código do Consumidor.
E o professor então comenta:
- Melhorou bastante, mas não seja tão sucinto, tão resumido, procure fundamentar mais.

7 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...
    Minha querida amiga, é assim mesmo, nesta profissão tudo precisa ser muito bem fundamentado, mesmo o ato de dar uma simples laranja... kkkkkkkkkkkkkkk... o aluno foi muito sucinto, fez muita economia na fundamentação, faltou muita coisa... ahahahahahaha...
    Valeu minha querida amiga, esta foi ótima, ri até... rsrsrsrsrs...
    Beijinhos com carinho!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahhahahah! Se fosse pra mim e tivesse de ouvir este discurso eu não queria a laranja, ou melhor: atirava com a laranja à cara do grande profissional kkkkk
      Mas pelos vistos ainda faltou muito por dizer. Veja o comentário que a minha amiga SAMYLLA LYS fez a este post no G+. Penso que ela é advogada:
      " Querida Gaby, um grande beijo carinhoso e um abraço ao Gato. O aluno fez uma transferência de direito e posse em total caráter irrevogável, isentando até os seus sucessores. Porém só qualificou o beneficiário NÃO SE QUALIFICOU 》》 ISTO ANULA TODA A PERFEIÇÃO DO ATO JURÍDICO DEIXANDO BRECHAS PARA SEUS HERDEIROS DIRETOS, LATERAIS E SE FOR O CASO OS PAIS ENTRAT COM UMA AÇÃO JUDICIAL CONTRA O TÍCIO DE TAL , ESTAR INDEVIDAMENTE DE POSSE DE UM BEM LHES PERTENÇA POR DIREITO DE SUSSEÇÃO, REQUERENDO A DEVOLUÇÃO DO BEM E RESSARCIMENTO DO LUCRO O QUAL POSSA TER GERADO A APROPRIAÇÃO INDEVIDA DA LARANJA. À PARTE ESTE PEQUENO GRANDE DETALHE O ALUNO FOI BRILHANTE.
      Tenha uma linda noite, Abençoada po Nosso Senhor Jesus
      SAMYLLA LYS
      Luis... e esta? Com tudo isto a laranja já secou kkkkkk
      Bjinhos no coração

      Eliminar
    2. Ahahahahahahahahahahahaha...
      Minha querida amiga, com toda esta fundamentação a laranja já estaria podre, não teria nenhuma utilidade... kkkkkkkkkkkkkkkkkkk...
      Está correta a Samylla, a doação está repleta de vícios jurídicos, faltou muita coisa... é um ato jurídico imperfeito, passível de anulação... kkkkkkkkkkkkkkkkkkk...
      A laranja já estaria podre na primeira doação do aluno, com todas estas qualificações e adendos da Samylla, já estaria completamente seca... kkkkkkkkkkkkkkkkkkk...
      Valeu minha querida amiga!!!
      Beijinhos no coração!!!

      Eliminar
    3. Ahahahahahahahahha!
      Completamente seca, pobre laranja! Tal como está a conta bancária do cliente quando o advogado lhe entrega a fatura das custas da preciosa argumentação kkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Pelo menos aqui em Portugal, acho que o objectivo da "Justiça" é fazer transitar o dinheiro do cliente para o bolso do advogado kkkk Geralmente o queixoso não ganha o que pretende mas perde muito dinheiro rsrssss
      Bjinhos no coração

      Eliminar
    4. Ahahahahahahahahahaha...
      Pobre laranja, minha querida amiga, deve estar pior que a tal conta bancária, se bem que advogado costuma rapar tudinho e muitas vezes fica com saldo negativo... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...
      Ahahahahahahahahaha... aqui temos o mesmo objetivo... o dinheiro sempre vai e sem volta... kkkkkkkkkkkkkkkkk...
      Valeu minha querida amiga!!!
      Beijinhos no coração!!!

      Eliminar
    5. kkkkkkkkkkkkkk
      É a mesma coisa em toda a parte. Agora acho que descobri por que dizem que vão fazer "justiça" ... e no fim de voltas e voltas fica tudo como estava ou pior. É que assim fazem uma distribuição "mais justa" do dinheiro dos clientes - isso é a JUSTIÇA! ahahahahha
      Bjinhos no coração

      Eliminar
    6. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...
      Sim, minha querida amiga, esta distribuição é que deve ser a tal "JUSTIÇA", justíssimo... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...
      Valeu minha querida amiga!!!
      Beijinhos no coração!!!

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...